quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Giulia Borges (inverno 2011)

Onça lilás e zebra verde? Elas existem, pelo menos na imaginação de Giulia Borges, que se inspirou no trabalho Hanpanda ("half-panda-half-something else") da artista japonesa Nagi Noda, famosa por reconstruir novos bichos com mistura de padronagens. Preto, branco, verde-bandeira, laranja e camelo foram algumas cores que predominaram nessa floresta pop.

Em um mix de selvagem e delicada, a coleção faz um cruzamento de animais de diferentes espécies não só nas padronagens, como a meio-onça, meio-zebra, mas também nos desenhos das estampas, como por exemplo a de tigre com chifres e a de rinoceronte com pintas. Os sapatos também entraram no clima e apareceram com peles.

Ovacionada no final, a estilista também apresentou peças de alfaiataria com cores fortes em formas amplas, marcadas por cintos deslocados e botões grandes. Poás peludos e pied-de-coq com pinta de animal print foram o toque descontraído de casacos e vestidos.


Assista ao desfile:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails