quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Verão 2012 Tufi Duek

A nova coleção Tufi Duek foi na loja da marca no Shopping Crystal.
Para este verão a arte tribal indígena serviu de grande inspiração para
o estilista Eduardo Pombal. Dando continuidade a linguagem que vem
trabalhando na marca, faz uso da tecelagem tecnológica para dar vida
a um primoroso minimalismo brasileiro.



Privilegiando o uso de fibras naturais e a arte da cestaria, suas tramas
são transportadas para tecidos que compõem vestidos, saias e tops
levemente estruturados em três nuances: laranja, preto e limone. Estes
são os tons e as cores principais que permeiam por toda a coleção. Em
contraponto, um acentuado urucum, referenciando a terra e suas
nuances, até chegar no ouro rosa, e o pino, um verde floresta. As tangas
também foram escolhidas, ora levemente desestruturadas, com fendas,
ora em sobreposições.

O plástico industrial que invade a natureza do índio é reciclado trazendo
luz para a coleção, sobreposto em vestidos adornados com detalhes da
cestaria. O látex também aparece em peças marcantes, trabalhado em
formas que fazem alusão ao formato das ocas. Os comprimentos são curtos,
e a maioria das costas nuas. As calças justas têm com leve volume na boca.



Os acessórios do verão da Tufi Duek evidenciam a feminilidade. Eles são
feitos de paetês pretos foscos que formam braceletes que remetem a pintura
corporal. A sandália versátil que se transforma em bota polaina com salto
altíssimo é highlight. As carteiras são estruturadas revestidas dos tecidos
da coleção. As bolsas estão nas cores damasco, pino e azul royal.

Uma coleção onde a sensualidade urbana é refrescada ao tomar emprestados
tons e elementos naïf das tribos indígenas, numa leitura autoral e particular
elevada aos mínimos detalhes. Conheça o Brasil visto por Eduardo Pombal
para a marca Tufi Duek.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails